Conheçamos e prossigamos em conhecer ao Senhor; como a alva, a sua vinda e certa; e ele descera sobre nos como a chuva, como a chuva serôdia que rega a terra. (Oséias 6:3)

Restaurando o Altar

10155938_10203751924823602_9059943173961332540_nRESTAURANDO O ALTAR

 

Vivemos um tempo secularizado em que “os altares” das igrejas se parecem mais com palcos de shows do que lugares de adoração. Devido a esta preocupação, precisamos entender qual é o propósito do altar e restaurá-lo ao seu devido lugar. O altar, em todas as religiões, sempre esteve ligado à adoração, isto é, ao culto de uma divindade. Hoje, no entanto, convencionamos chamar o púlpito e o palco de altares. Mas será este o altar do Novo Testamento? Se a finalidade de ambos está voltada para a edificação da igreja, como podem ser altares?

Nenhum dos dois cumpre o papel original do altar – que é o lugar de culto a Deus. O Senhor quer usar nossas vidas como lugar de sacrifício e adoração. Ele quer  fazer de nós os Seus altares.

 

Wilson Linhares Castro


Áudio: